O Comando Conjunto das Forças Armadas divulgou no final da tarde de hoje (28) um balanço da operação realizada desde as primeiras horas da manhã nas comunidades do Chapadão e da Pedreira, zona norte do Rio, uma das regiões da cidade onde ocorrem mais roubos de carga, devido à proximidade com a Via Dutra e a Avenida Brasil.

Ao todo, 11 pessoas foram presas e um menor apreendido. Um homem foi morto quando tentava fugir para o Morro da Barão, na Praça Seca, ligada à mesma facção criminosa que atua nas duas localidades em que houve a operação. Foram recuperados também 30 carros, 44 motos e dois caminhões, totalizando 76 veículos todos roubados. Um carregamento de bebidas importadas foi recuperado pelos militares.

Essa foi a maior operação das Forças Armadas em comunidades do Rio, desde o início da intervenção federal na segurança pública do Rio. Foram empregados 5.400 militares das Forças Armadas, com apoio de 180 policiais civis e militares.

Equipes das Forças Armadas derrubaram 36 barricadas colocadas pelo tráfico nos principais acessos aos morros do Chapadão e da Pedreira com o objetivo de impedir a passagem dos carros das forças de segurança do estado. Os militares fizeram 3.600 revistas de pessoas que saiam ou chegavam nas comunidades, e outras 2.400 em carros e motos.

De acordo com o Comando Conjunto das Forças Armadas, a ação não prejudicou a rotina nas duas comunidades, principalmente o funcionamento de escolas públicas e do comércio local.

Morro dos Macacos

Em outra ação de segurança realizada no Rio, o sargento Jason da Costa Pinheiro, 42 anos, foi morto com um tiro de fuzil na cabeça durante operação contra o crime organizado no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio, segundo balanço divulgado no final da tarde de hoje (28) pela Polícia Militar.

Saiba mais

Edição: Davi Oliveira

Fonte: EBC

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here